Sempre gostei daquele tipo de seriado que o final não é bem um final, tais como Dexter, Breaking Bad, Prison Break (que, por acaso, voltou depois de 7 anos) e vários outros que posso fazer uma listinha depois.

13 Reasons Why é um desses seriados. Eu entendo a revolta de alguns com o final “não finalizado” e que pedem uma segunda temporada, porém o serie finale deixou aquilo que mais gosto em um seriado: um futuro indefinidocom pistas sutilmente deixadas que te levam a pensar sobre as possibilidades e, principalmente, uma enorme oportunidade de debater com pessoas que assistiram e sentiram o seriado de uma maneira diferente da minha. 

Obviamente, se você ainda não terminou de assistir o seriado, melhor você fechar a página e ir correndo assistir, assim que terminar, corre aqui, lê o que pensei e deixa aí nos comentários o que você achou e o que pensou de diferente!

Agora, vamos lá, após digerir algumas cenas pesadas dos últimos episódios e ver aqueles minutos finais com diversas pistas, comecei a imaginar o rumo que a vida de cada personagem tomou.

 Alex Standall 

Após aquela surpresa de Alex atirar na própria cabeça ao final do episódioacredito que, infelizmente, ele morre no hospital. Sua morte vai impactar tanto o colégio que as campanhas anti-bullying serão intensificadas, ganhando alcance nacional. Além disso, sua morte vai contribuir no caso de Hannah, comprovando que realmente o ambiente da escola foi o responsável pelo suicídio da protagonista. 

Justin Foley

Após ser expulso de casa, ser afastado por todas as pessoas que procurou contato e por ter o sentimento de culpa estabelecido dentro de si, Justin vai vagar pelas ruas por algumas semanas, a polícia vai procura-lo por ter fugido do depoimento e, ao encontrá-lo drogado, vai achara arma e o malote de dinheiro que pegou em casa, a partir daí ele será preso e passará um tempo na prisão por porte de arma, roubo e uso de drogas. 

Jessica Davis

Após saber que realmente foi estuprada e que Hannah falava a verdade sobre tudo, Jessica busca ajuda para tentar superar o trauma, porém após saber da morte de Alex, ela entra em uma depressão profunda e passa a se afastar cada vez mais das pessoas. Clay e Tony são os únicos que demonstram apoio e conseguem ajudá-la aos poucos a sair de sua depressão, juntamente com o novo psicólogo da escola. 

 

Tyler Down 

Como é dado a entender no final do seriado, Tyler executa o seu plano de entrar na faculdade armado para matar as pessoas que aparecem nas fotos de sua sala. No atentado, ele consegue matar Bryce, Marcus, Montgomery, Courtney e Ryan. No atentado ele atinge a coluna de Zach, que acaba paraplégico, Clay é baleado também, porém consegue se recuperar sem sequelas. 

 

Zach Dempsey 

Após ser baleado no atentado de Tyler, Zach fica paraplégico e tem de abandonar a carreira esportiva. Isso o faz optar pelo caminho de biologia marinha na faculdade que antes ele tinha dúvidas. 

 

 

Tony Padilla 

Tony segue com sua vida mantendo um relacionamento com Brad, sendo um dos líderes do movimento anti-bullying na escola, sempre buscando ajudar jovens a enfrentarem essa triste realidade. 

 

Mr. Porter 

O conselheiro da escola após ouvir as fitas e receber a notícia da morte de Alex, passa a se culpar pela morte dos jovens e entra em uma grave depressão. Acaba sendo demitido e se divorciando da esposa. 

Clay Jensen 

Clay começa um relacionamento com Skye e está junto a Tony na luta anti-bullying na escola, financiado pelos pais de Hannah, que após vencerem o caso, buscam agora fazer com que mais nenhuma vida seja tirada devido ao bullying. Ele é atingido no atentado de Tyler e passa algumas semanas no hospital, mas nada de grave ocorre. Clay agora, após ouvir as fitas de Hannah, não sente mais medo de amar as pessoas e tomar decisões. 

Pode ser que venha acontecer uma segunda temporada por aí e nada disso se confirme, mas até lá, se o final se mantiver esse, imagino cada uma dessas pessoas com esses destinos na vida. 

E aí, gostou? Achou que as personagens tiveram finais totalmente diferentes? Conta aí nos comentários e que comece o debate das possibilidades.  

Comments Closed