A vida te socou com tanta força, de novo. Estremecendo todas as suas bases e te fazendo repensar se tudo isso vale a pena. Às vezes você só quer rasgar a pele. Só um pouco. Bem devagar. Pra ver se consegue se livrar de toda a dor.

Mas isso também dói. No fim, você só se encontra medindo se a dor física consegue ser pior que a dor emocional. Conclui que não é.

Muitas vezes durante o dia, você tem que repensar em todos os motivos pra continuar tentando. Uma carreira? Um diploma? Uma viagem? O sorriso de alguém importante no fim do dia?

Eu sei que tem dias que você pensa que é mais fácil desistir, deixar tudo pra lá. Porque é tudo tão incerto e escorregadio. Tudo é tão difícil de moldar e lapidar do jeito que queremos.

No fim do dia parece que se te tocarem, você vai desabafar.

As pessoas te dizem que você deve ficar feliz porque sobreviveu, mas será mesmo que você quer ficar apenas sobrevivendo?

Sobreviver é a forma certa de continuar aqui?

Sobreviver não seria só mais uma forma de ficar jogando todos os problemas em um buraco e ficar esperando eles explodirem?

Sobreviver não seria só mais uma forma bonitinha de dizer que você só é mais um corpo vivo na terra?

Sobreviver não seria como ter que respirar fundo várias vezes, todos os dias, pra não cair em mais uma crise de ansiedade que parece que não vai ter fim?

Sabe, eu nunca gostei da palavra “sobreviver”, você sobrevive a que?

Um dia ruim?

Uma semana ruim?

Uma vida ruim?

Você apenas sobrevive.

Apenas vai segurando todas as pontas soltas e continua fingindo que tudo não está arrebentando e se partindo em pedaços. Então por que não usar a palavra viver? É pra isso que lutamos todos os dias. Pra VIVER. Pra poder sorrir ao fim do dia sem ter que sentir que levou tudo nas costas como um peso.

É claro que você vai ter dias ruins, todo mundo tem. Mas não permaneça pra sobreviver.

Sobreviver não é vida, é apenas passagem.

E você merece muito mais do que ser só uma passagem efêmera nesse mundo.

Comments Closed

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.