Hoje estava voltando do supermercado após fazer as compras da semana, estava dirigindo quando de repente comecei pensar sobre um assunto, que particularmente preferia nem pensar. Tentei resistir em ter aqueles pensamentos, mas não contive a duvida e passei a questionar, é errado flertar com alguém?

Digo isso porque mais cedo estava no mercado quando esbarrei no corredor de enlatados com um cara de barba, mas barba de verdade, não esses tufos que os meninos têm na cara e chamam de barba, enfim, e nós trocamos uns olhares. E depois na fila do caixa, adivinha quem estava atrás de mim? Sim, o barba-man e novamente trocamos olhares e deixei escapar um sorriso de canto de boca que foi devidamente correspondido. Depois disso me senti a pior das mulheres, alguém totalmente sem valores morais.

Mas espera aí, os homens fazem isso o tempo todo, e não acho mesmo que eles se sintam culpados com isso. Eles olham para a recepcionista da academia, eles riem para a professora nova na escola dos filhos, eles estão sempre olhando e desejando mulheres que muitas vezes não vão nem sequer trocar uma palavra um dia na vida. E porque eu tenho que me sentir culpada com isso? Quem está errado afinal?

Semana passada fui ao dentista novo, e devo dizer que ele era um GATO, e quando entro no consultório, o cara estava assistindo o meu seriado preferido. Na hora pensei pronto encontrei minha alma gêmea. Três dias depois, voltei ao consultório e descobri que ele era gay e nós ficamos a consulta toda comentando sobre o casal principal da série que ele estava assistindo.

O que eu quero dizer é que mesmo que ele não fosse gay, eu jamais teria nada com ele. Porque eu amo e sou completamente feliz com meu esposo. Mas isso me impede de achar alguém bonito, isso me impede de flertar com o cara do carro ao lado enquanto o semáforo está fechado? Os homens fazem isso com uma maestria, chega até ser uma arte para eles. Flertar com mulheres desconhecidas na rua. E acreditem, eles não sentem culpa nenhuma nisso.

Porque então eu devo sentir então? Calma aí gente não estou querendo fazer apologia a traição, bem longe disso, só acho que isso talvez não seja tão errado quanto parece. O que me incomoda é saber que se eu falar sobre isso com minhas amigas vou ser colocada num tribunal, com direito a sentença de morte ou queimada viva em praça publica.

Só queria que as mulheres entendessem que não é errado sorrir para um desconhecido, não é errado achar o personal sexy e bonito, ou ter uma quedinha por aquele escritor que te entende melhor que você mesma, não é motivo de vergonha e nem algo que diminui o que você pela pessoa que está ao seu lado.

E eu pude concluir essa minha tese quando cheguei em casa e meu marido veio ao meu encontro, com uma camiseta de vereador, calçando chinelos cada um de par, todo atencioso para me ajudar a tirar as sacolas do carro, eu percebi algo que já sabia eu sou louca por ele e “trocar” o cara do supermercado, o dentista novo, o personal foi a melhor escolha que eu já fiz.

Talvez seja divertido e até saudável para o relacionamento poder se sentir desejada e viva, mas eu sei que independente das opções que tem por ai, a minha opção sempre está em casa, me esperando para preparar o jantar e depois ver nossa série preferida juntos.

Comments Closed

2 COMENTÁRIOS

  1. Lari, como gosto dos seus textos e como eles elevam minha imaginação. Te acho muito humana, muito gente e por isso uma das pessoas mais incríveis que a internet me apresentou. Você escreve o que a gente vive e precisa ouvir com dose de fantasia, mas nunca sem uma real reflexão. Adoro te ler! E infelizmente concordo que as pessoas estão cada vez mais com o martelo na mão, e isso mina as possibilidades de diálogo.

Comments are closed.