Atenção, alteza!

 

Sempre há um rei tirânico
Arrogante e superirônico
Como se fosse um verdadeiro pânico
Ele é
Sempre há um súdito insurgente
Preocupado e acreditado no amor
Como se fosse um salvador
Eu sou

Cuidado, majestade
Porque o bobo da corte pode tomar a coroa
E se tornar o novo rei
Cuidado, majestade
Eu estou pronto para mandar
Cansei de ser o palhaço do castelo

Porções de maquiagem não escondem mais
Minhas expressões raivosas
Até seus convidados percebem
Mas não me intercedem
E você não se importa
Mesmo me considerando um palhaço boboca
E só mais um escravo do castelo
Você só ri
Ignorando o meu sorriso amarelo

Cuidado, majestade
Porque o bobo da corte pode tomar a coroa
E se tornar o novo rei
Cuidado, majestade
Eu estou pronto para mandar
Cansei de ser o palhaço do castelo

O reino inteiro deseja paz
Liberdade, paixão
E não ressentimento voraz
Espelho, espelho seu, existe alguém
Com coração mais egoísta que o seu?
Mude enquanto dá tempo
Começar a amar o próximo é fácil
Ame como os pássaros amam o vento
Não sentirás arrependimento
Só se sentirás pleno
Assim como eu me sinto
Pois eu amo e quero compartilhar amor
Com teus outros súditos

Cuidado, majestade
Porque o bobo da corte pode tomar a coroa
E se tornar o novo rei
Cuidado, majestade
Eu estou pronto para mandar
Cansei de ser o palhaço do castelo

Leia também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.