Processed with VSCO with a9 preset

Sinopse:

A vida às vezes guarda inúmeras surpresas. Sem avisar, ela muda de direção. Na hora você não entende, já que “tudo parecia estar bem”. Então percebe que havia sinais…. um sentimento, uma lembrança, um fato que parecia bobo, mas não era… É quando a gente entende que todo o caminho estava errado, que nada fazia muito sentido. Pelo menos, pra você. Fred sente-se absolutamente comum diante de um mundo com tanta gente especial. Lavínia, ao alcançar aquilo que parecia um sonho, algo pelo qual tanto lutou descobre que a nova conquista nunca foi realmente um desejo seu. E Sol, sem perceber, vive sempre à espreita, desconfiada, em constante alerta, tentando controlar tudo ao redor, na esperança de não se ferir novamente… Mas que controle podemos ter diante de tudo? Três jovens, de cidades distantes, com diferentes realidades, descobrindo o mundo a partir de suas próprias escolhas: complexo, difícil, libertador.Três histórias que se cruzam, no exato momento em que se coloca, diante de cada uma delas, uma exigência capaz de definir algo para o resto de suas vidas.

Oi, gente.

A resenha de hoje é sobre um livro que eu tava absolutamente DOIDA pra ler porque tinha certeza de que seria um sucesso. Isso porque é o livro escrito pela Gabi Freitas, (dona do blog Nova Perspectiva, que, aliás, sou colunista lá.) pelo Vinícius Grossos e pela Thaís Wandrofski.

O livro é dividido em três partes: Dezembro, Janeiro e Fevereiro. Cada uma delas é escrita por um dos autores, mas o mais legal é que as histórias se conectam.

Primeiro conto:

O primeiro conto é escrito pelo Vinícius e foca no personagem Frederico, um menino frustrado por ainda não ter encontrado seu grande sonho.

Até conhecer Valentina, num dia comum em seu trabalho na livraria. A personagem é destemida, cheia de sonhos, é completamente diferente do Fred.

Por isso mesmo, ela acaba “guiando” o menino na busca do seu grande sonho, ainda desconhecido.

Toda pessoa carrega um infinito dentro de si. Um mundo. Uma história. E quando os infinitos se encontram, coisas maravilhosas podem acontecer.

Segundo conto:

O segundo conto é escrito pela Gabi Freitas e a personagem principal é Lavínia, que, por sua vez, é amiga da Valentina, aquela que apareceu no primeiro conto.

Lavínia é uma menina de 18 anos, recém formada no ensino médio. Como toda menina dessa idade, se vê pressionada pela família a ir para a faculdade, estudar e ter um diploma, ainda mais depois de um fato recente ter abalado toda sua família.

Mas Lavínia não quer, ou ainda não sabe se quer, cursar a faculdade ainda. Ela quer viajar, descobrir um mundo novo. E vai precisar fazer tudo isso, mesmo sem o apoio dos pais.

Eu me adaptei a sobreviver. Aprendi a usar a fantasia de vítima, não por mal, mas porque, por um bom tempo, fui mesmo uma vítima – de mim mesma, da minha culpa.

Terceiro conto:

 O terceiro conto é escrito pela Thaís e conta a história de Sol, que também é amiga de Lavínia e Valentina.

Marisol tem uma irmã gêmea, a Maristela, que é totalmente o oposto dela, psicologicamente falando. Enquanto uma é organizada, introvertida e metódica, a outra é extremamente falante.

A história é toda sobre um processo de desconstrução de Sol, após ouvir verdades nada agradáveis de sua melhor amiga. Ela precisa mudar e evoluir.

 

Comments Closed

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.