O amor vai te abraçar

Ele estava lá, sabe? Bem atrás de mim, enquanto eu dizia com a voz calma que estava tudo bem ele estar de bermuda – o que era proibido – porque era o primeiro dia dele e ele não sabia (eu havia protestado muito por esse direito).

Então, ouvi uma voz atrás de mim e me virei. Não sabia que ele estava lá. Ergui meus olhos do chão até bem alto para encarar seus olhos também. Ele, com seus quase 1,90, pediu desculpa por ter me ouvido, com um belo sorriso. Eu disse que estava tudo bem.

Essa não é uma história de amor, mas de amizade. A mesma amizade que foi imortalizada naquela apresentação quase inventada por um comediante sem humor. Aquela apresentação nada apresentada, totalmente descabida, que o destino nos proporcionou. Nosso primeiro “oi” foi uma troca de sorrisos sem jeito e isso não tem preço, entende? Ainda vou imortalizar essa nossa história numa canção, cuja melodia você vai tocar, você vai cantar, com aquela voz rouca que acolhe, que faz as melhores comparações e conta as piores piadas.

o amor vai chegar
e quando o amor chegar
o amor vai te abraçar
o amor vai dizer o seu nome
e você vai derreter
só que às vezes
o amor vai te machucar mas
o amor nunca faz por mal
o amor não faz jogo
porque o amor sabe que a vida
já é difícil o bastante

(Rupi Kaur)

O amor chegou pra mim e eu não pude ensaiar a recepção, mas sei que nenhum sorriso teria sido melhor que aquele que dei. O amor me abraçou e eu nem pude perceber que seus braços me embalavam perfeitamente, que cabiam em mim como os anéis de saturno. Orbitamos. Viajei pelo espaço com aquele velho vídeo que você fez cantando aquela canção boba do Nando Reis e, realmente, estranho seria se eu não me apaixonasse por você.

Não sei bem o que eu sinto agora, mas tem algo haver com as suas expressões que dizem muito sem usar uma palavra sequer. Você não faz ideia de como a forma que você joga o cabelo para o lado e depois sorri tem impacto sobre mim.

Se um dia você me amar, se um dia você gostar de mim só um pouquinho, se um dia você me querer, esse dia será o dia mais feliz da minha vida. Mesmo que não dure, mesmo que passe rápido como uma estrela cadente: orbitaremos. Porque é isso que nós somos quando estamos juntos, dois astros; construindo uma história de quase amor.

E se por acaso eu falar demais, toque aquela musica outra vez. Preencha o ambiente com a sua voz, faça meu coração bater no ritmo do violão.

Não importa-me se a vida vai jogar comigo outra vez e você vai ser o xeque-mate. Não importa-me se o amor vai me machucar, mesmo que despropositadamente, porque antes de amor você é o meu amigo. Eu simplesmente não tenho medo, porque assim como não tivemos início, assim como o parágrafo se esqueceu de nós e apenas iniciou o texto, nunca teremos fim. Apenas me abrace.

Leia também Mais do autor

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.