Não sobrou nada de você em mim

 

Hoje eu te vi passar por mim, e por incrível que pareça eu não senti os pelos do meu corpo se arrepiarem, eu não senti aquele frio na barriga que eu costumava sentir só de ouvir seu nome. Eu não deixei lembranças de nós dois invadir minha mente enquanto deixava escorrer uma lágrima.

Hoje eu te vi passar por mim e não me deu vontade de gritar seu nome, não me deu vontade de sair desesperada atrás de você.

Hoje eu te vi e por incrível que parece aquela dor que antes gritava no meu peito hoje não se manifestou ao te ver, por incrível que parece eu não desejei que você percebesse que eu sou o melhor pra você e que você voltasse pra mim.

Eu me lembro da cratera enorme que habitava meu coração, eu me lembro de um vazio enorme que insistia em morar em mim e da sensação de somente você poder preencher esse vazio.

Hoje eu te vi e não me senti fora da terra por alguns minutos, eu não tremi igual vara verde, eu não precisei me apoiar em algo ou alguém por não conseguir me manter em pé. Eu me senti forte e capaz, ao invés de me lamentar por não estar com você, eu agradeci por nada do que acontecia antes acontecer de novo, eu precisava te ver pra perceber que a dor não machuca mais, que a ferida virou cicatriz.

 

Eu te amei tanto, mais tanto de uma forma tão imensa que eu esqueci de me amar, eu te amava tanto era um amor tao grande que não sobrava tempo nem espaço pra eu me amar, eu te amei de um jeito tao intenso que quando você decidiu viver outra vida e sair da minha eu me senti como se eu não tivesse mais nada. A forma como te amei sem me amar também não me preparou pra quando você decidisse ir embora, e foi isso que aconteceu você foi embora e eu não tinha meu amor próprio pra me apoiar 

Se passou vários invernos, outonos, primaveras verões e nada de noticias sua, várias vozes me perguntando sobre você, e eu sem respostas. Varias vozes me contando da sua nova vida, de um suposto novo amor em que você estaria envolvido e eu ouvindo tudo de pernas bambas e de coração apertado o único sentimento que eu conseguia sentir era medo, medo de que você me esquecesse que você encontra-se outro amor capaz de me superar, um amor que te fizesse esquecer todos os momentos que vivemos e até meu nome.

Eu por várias vezes tentei me infiltrar na sua vida de alguma forma. Eu te procurava nas redes sociais, eu tentava me aproximar da sua família mesmo eles não gostando de mim, eu tentei virar amiga dos seus amigos e tudo isso pra me sentir mais perto de você e não deixar que você me esquecesse, você não dava ideia para as minhas tentativas de me reaproximar de você, pelo o contrário, você fazia questão que todos soubesse que pra você a maior distancia possível que você pudesse se manter longe ainda seria mínima, e eu sabia disso só não queria enxergar eu preferia acreditar que você estava passando por um momento difícil.

Eu justificava suas farras e o fato de toda semana saber que você estava com uma mulher diferente eu justificava isso como uma forma que você estava tentando encontrar pra me esquecer. Eu me enganei por muito tempo, por muito tempo eu me fiz de cega pra não enxergar o que de fato acontecia.

Se passou dias, semanas, meses, anos e quando mais você se distanciava eu procurava me aproximar. Eu nunca consegui ouvir conselhos de amigas que queriam me abrir os olhos pra enxergar o que você estava fazendo e que diferente do sentimento que eu tinha por você, você não tinha sequer um sentimento de carinho pra me oferecer.

Foi se passando o tempo, eu fui me cansando de correr atrás dos seus maltratados, eu fui me cansando de te amar isso estava me desgastando. Eu fui conhecendo novas pessoas, criando novas amizades, passei a sair as sextas as noites não por ter esperanças de te encontrar em alguma balada e sim pra me divertir. Passei a não querer te encontrar a todo lugar que eu ia. Comecei a não dar mais importância para as sua vida e nem a fazer questão de saber quem estava com você.

Eu comecei a me amar, eu comecei a me admirar ao olhar no espelho e me achar bonita e não precisar que sua voz me dissesse isso pra que eu pudesse acreditar. Você se distanciou de mim no momento em que eu mais te queria por perto e parece agora querer se reaproximar, só que eu não te espero mais, eu passei a me sentir bem sozinha sem precisar de você ao meu lado pra me sentir feliz, eu criei forças sem precisar de você comigo me dizendo que eu conseguiria, eu encontrei espadas pra lutar contra esse sentimento que me consumia. Então né, hoje eu me amo tanto, de uma forma tão imensa, de um jeito tao profundo que não sobra espaço pra eu te amar de novo. E antes que eu me esqueça, obrigado por se manter distante no momento que eu decidi não ser mais refém das nossas lembranças e te esquecer.

Comments Closed

Comentários estão fechados.