Já tem alguns meses que estou em processo de mudanças. Mudei de emprego, de curso na faculdade, de corte de cabelo, de cor preferida, de comida predileta e de linha de shampoo e condicionador — você sabe que estou mesmo em processo de mudança, já que nessa nova fase, você foi o primeiro contemplado e saiu da minha vida. Estou querendo mudar as coisas de lugar e o que já não faz mais sentido ou não me faz bem, dou tchau, vai pro lixo ou para doação. Bem, mas entre tudo isso ainda faltava mudar os móveis do meu quarto de lugar. E foi isso que fiz na manhã do último sábado.

Doei meu mancebo, mudei minha cama de lugar, comprei uma prateleira para os meus livros, uma escrivaninha para os meus estudos e fui organizar uma gaveta de papéis e documentos que reservava no meu guarda-roupas. Vi a quantidade de tralha que eu guardava, bilhetes, papéis antigos e até uma agenda do ano passado. Peguei a agenda, e por mera curiosidade, comecei a ler. Fui lendo e a cada página, eu dava gargalhadas lembrando dos acontecimentos. Foi aí que cheguei no dia 25 de junho, e estranhamente não tinha muita coisa escrita, somente: “hoje foi o dia mais feliz da minha vida <3”. E estavam rabiscados: a frase e seu nome. Me lembrei que foi nesse dia em que nós prometemos nunca mais ficarmos longe um do outro. As outras páginas restantes continham nossas brigas, reconciliações, eu prometendo que seria a última vez e nunca era. Até que há dois meses, foi sim.

Poderia agora te culpar, dizer que você errou, que me decepcionei, mas quer saber? Não era para ser. Tentamos muitas vezes, acreditávamos que tudo daria certo, mas é como falei no começo, eu estou em processo de mudanças e nossa relação fazia parte delas. Precisávamos seguir nossas vidas, trilhar novos caminhos. Estava me apertando muito e eu não queria me machucar como a minha calça jeans dois números a menos, me machuca. 

Tem horas que sinto vontade de te mandar um trecho de música, um poema que se encaixa a você ou uma série que você gostaria de assistir, mas pra quê? Tudo mudou e por mais difícil que seja, é uma mudança necessária. Minha sanidade mental, implorava. É claro que sinto saudade! Aí a engulo, tomo uma água e, como dizem, sigo o baile. 

E o baile não tem música com letra animada não, viu?

Não sei se voltaria aquele dia e faria diferente, se teria tentado com você mais que uma vez ou se não deveria ter dado um ponto final em uma história cheia de reticências. Sinceramente não sei. Única coisa que eu tenho certeza, é que assim como você só está rabiscado na minha agenda, você também nunca será apagado do meu coração.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here