Eu estava aqui pensando como falar sobre um assunto como esse, que mesmo me tornando mais forte ainda é um pouco delicado para mim. Eu não sei como tudo aquilo aconteceu, como você me fazia acreditar que era minha cura, quando na verdade era o que me envenenava. Como podia me manipular tanto e me fazer acreditar nas milhares de mentiras que contava, como podia se fazer de bom namorado na frente de todas as outras pessoas, mas quando éramos só nós dois não sabia nem ao menos me respeitar. Como pode me chamar de tudo que já me chamou e depois se declarar? Pedir perdão pelo seus erros e no minuto seguinte errar? Como eu poderia acreditar em você sendo que tudo que vinha de ti era transbordado de mentiras? Eu não sei até hoje se você foi capaz de amar como me dizia. Ou se era apenas uma forma de cobrir um vazio dentro de você.

Eu nunca me senti suficiente pra ti, você nunca me deu essa segurança, sempre me dizia o quanto as outras pessoas te faziam mais felizes. E eu me sentia infeliz por não te fazer. Mesmo me falando o quanto eu não te completava, você nunca fora capaz de me soltar, nunca fora capaz de me libertar dessa dor. Quando fazia isso, instantaneamente voltava correndo, mas me fazia pensar que na verdade era eu que estava voltando. Em todas as nossas brigas, eu era a que sempre estava errada, a que sempre pedia perdão. Você dizia que era sua instabilidade, pedia desculpas por ela, mas logo depois me fazia sofrer pelas suas dúvidas. Fazia com quem todos pensassem que eu era a louca de tudo isso, mas o que eu conheci de você, ninguém esteve ao menos perto de conhecer. Você tem medo de alguém manchar sua reputação, tem medo que te desmascarem, por isso sempre volta tentando me derrubar, mas depois de tanto cair por sua causa, eu aprendi a voar!

O tempo foi passando e eu fui me desprendendo de qualquer vestígio do seu jeito abusivo, eu sofri demais, porque meu amor por você era absurdamente forte, mas eu precisava converter tudo isso em amor próprio. Quando você me viu partindo, temeu perder a única pessoa que ficara mesmo conhecendo teu pior lado, temeu não ter mais o controle da situação, nem mais alguém para inflar seu ego. Tudo que você me fez passar, todas as vezes que me forçou, que me humilhou, que me machucou, que me ameaçou, que me julgou, que me delatou… Todas as vezes que você me fez sentir ódio de mim mesma, tudo isso me fez ver que o único monstro de tudo isso era você. Mas até os próprios monstros possuem medos e você temia a si próprio, porque você era uma bomba e não queria que ninguém soubesse o que aconteceria quando explodisse, você vestia sua máscara e se fazia de bom, porque nunca fora capaz de realmente ser bom.

Você me viu partindo e levando sua própria confiança, você fazia joguinhos, me manipulava, mas aos poucos você foi perdendo suas forças. Deve ser péssimo ver que seu único dom não fazia mais efeito em mim, que suas manipulações e joguinhos não funcionavam mais. Deve ter sido duro ver que eu estava imune a você.

Você se mostrou ser tóxico, destrutivo e perverso, alguém que nem ao menos se importa em machucar os outros, porque você simplesmente gosta de ser assim.

Você sabe que seu intelecto não poderá segurar isso por muito mais tempo, você sabe que uma hora tudo vai desabar e suas mentiras serão reveladas pouco a pouco. Você sabe a dor que me causou, você sabe o quanto me afundou numa hora difícil. Mas no fundo ainda te agradeço, por ter me tornado forte e por ter me trazido pessoas boas.

Você não foi a corda que me puxou do fundo do poço, você era quem me empurrava lá de cima, você era ansiedade, era depressão, era medo, era dor. Você era o que eu temia, o que me cortava por dentro e quem menos se importou. Porque ao invés de me entender como ser humano, de se preocupar de verdade, você me chamava de louca e fazia eu me sentir pior. Ao invés de compreender minha dor e tentar me trazer de volta, você gostava de me ver sofrendo.

Eu tentei ser boa e ver bondade em você, tentava te dar chances para se mostrar alguém bom, mas sempre que você se aproximava fazia um estrago imenso. Até um momento em que eu cansei de tentar encontrar algo que não existia e por mais que tivesse me machucado, eu não sinto ódio. Só desejo que colha o que plantou e que seja forte para aguentar as consequências, porque quem planta dor, colhe sofrimento. Então apenas seja forte, porque lei é lei e ela vai se cumprir!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here