Não voltarei jamais

Já faz um tempo que não lhe escrevo, a última vez em que te enviei algo foi quando ainda sofria por ti. Desde então nunca imaginei que voltaria a dizer algo, muito menos agradecendo. Bom, você me deixou em caquinhos, me usou, me machucou e me tirou tudo, me fez pensar que só você poderia me trazer felicidade e eu apliquei isso como verdade na vida por muito tempo. Até o dia em que eu finalmente entendi, você nunca foi nada, nunca me acrescentou nada, nunca fez com que eu me sentisse bem comigo mesma, então se você nunca me fez bem e nunca me quis de verdade, ou ao menos lutou para isso, eu não deveria sofrer por você.

Limpei meu rosto e me reergui sozinha, eu estava cansada de me importar, todo o amor que eu sentia por ti eu converti em amor próprio. Eu me tornei mulher, eu me tornei forte, tornei-me única e comecei a me valorizar e mesmo que você chegue hoje dizendo que me ama e que se arrepende, como sempre fez, eu não voltarei para você.

Você escolheu me deixar e aquela foi sua última chance, mesmo assim eu agradeço… Depois que você se foi eu me aventurei, conheci outros mares, fiz novos amigos, apaixonei-me por outras pessoas, beijei outras bocas, viajei por esse grande mundo, o qual você tanto me impediu de pisar. Depois de você, o amor adquiriu outro significado, depois de tantos “eu te amo” que saíram de tua boca, passei a valorizar mais as atitudes do que meras frases prontas. A partir do momento em que as atitudes de alguém se igualassem ao “eu te amo” estaria eu pronta a me envolver por completo, sei disso porque nunca tive tanta fé em tuas palavras, já que todas as suas ações pareciam tão opostas. Eu via tanta contradição em você, como podia alguém me amar tanto, como dizia, se sumia um dia inteiro e nem se dava ao trabalho de se explicar? Se sempre colocava a culpa em mim sem ao menos me dizer o que havia de errado? Finalmente compreendi que não adiantava esperar mudanças de você, deveria eu mudar e sair de cena… Pessoas como você, meu bem, não mudam, não com amor. Então te fiz entender com a dor. Foi aí que você se deu conta do amor que havia perdido e mesmo agora que implore, estou eu aqui tão distante, me apaixonando cada dia mais por mim mesma e por tudo que você me impediu de conhecer. Então não ouse voltar, não tente me colocar para baixo na esperança que eu me humilhe e corra atrás, por você eu já fiz de tudo. Agora se depender de mim a única coisa que você sentirá, é arrependimento, por deixar escapar da sua vida uma pessoa que tanto te amou.

Então um conselho que eu dou para qualquer pessoa, não se agarre em quem te tira a paz, vá em busca do teu ponto de equilíbrio e lá você encontrará muita coisa boa para te surpreender.

Comments Closed

Comentários estão fechados.