Textos e resenhas literárias

Se ele estivesse feliz, não precisaria provar para você

Quem é feliz, é e ponto. Não precisa forçar a barra para que todos vejam que a pessoa está bem. Quem é realmente feliz transborda isso sem precisar de muito. Você percebe naquele olhar que brilha mil vezes mais que uma constelação, naquele sorriso que desperta vontade de sorrir também, naquele gesto que transmite leveza e suavidade.

Se ele estivesse feliz, não precisaria falar alto para que você escute e o perceba toda vez que passa. Não te olharia com um olhar de saudade. Não precisaria ficar postando o quanto está bem sem você. Não, ele não te mandaria mil e uma indiretas. Não precisaria aparecer com outra na sua frente e também não agiria tão diferente só porque avistou você.

Não soltaria a mão da nova namorada só porque viu você, não deixaria o olhar fixo em você até que você desapareça. Não precisaria abraçar outra e ficar encarando você, como quem diz “ei, eu te superei, tá vendo?”. E também não precisaria beijar outra só porque viu você do outro lado do salão. Não, ele não perderia todos os sentidos e comando sobre si só porque você estava lá.

Se ele estivesse feliz não precisaria sair da roda de amigos porque você apareceu. Não precisaria pedir que os amigos informassem a você que ele tá tranquilo e tá seguindo a vida. Também não iria precisar divulgar a meio mundo que finalmente ficou solteiro e agora vai partir pra cachaçada.

Mulher, se ele realmente estivesse feliz você saberia, porque ele não tentaria de forma alguma esfregar na sua cara que te superou, quando na verdade ele está se afogando no grito que o coração dá pelo seu nome. Não caia nesse joguinho de quem prova estar seguindo mais a vida, você realmente não precisa de nada disso. As escolhas foram tomadas e agora cada um deve correr atrás do seu. Porque quem é feliz, é feliz por si só e não por aparências.

Comments Closed

Comentários estão fechados.