A vida vai continuar sem o seu amor

Há um tempo atrás eu li algo sobre a diferença entre amar o momento e amar a pessoa. Não admiti naquela época que meu sentimento era pelo momento, não por você.

Fiz certo.

Eu amo você e sempre amarei. Amava nossos momentos e continuarei revivendo de vez em quando ao ver uma foto ou um vídeo nosso, mas isso não significa que devo — e não irei — parar minha vida porque você não está aqui — e talvez nunca mais esteja.

Você foi o amor da minha vida. Fato. Mas poderei me apaixonar milhares de outras vezes depois que você se foi. Só demorei para entender que não posso viver a disposição da saudade e desse sentimento. O amor por você e pelos momentos vão sempre estar aqui, mas a vida vai continuar com ou sem você.

Eu não o conheço mais. Você não me conhece mais. Mas ainda assim,eu romantizava na minha cabeça que o amor da minha vida deve e terá que continuar sendo esperado, mesmo que levasse anos e que ele estivesse com outras.Como minha cabeça não percebia o quão errado isso era? Te direi a verdade,minha mente sabia muito bem que isso não era saudável,mas meu coração gritava dizendo que faltava pouco para ele voltar. Se falta, eu não sei, mas não há nenhuma vontade de parar mais um ano da minha vida esperando um alguém que sabe viver muito bem sem mim.

Nunca fui independente. Até porque, que tipo de independência uma garota de dezessete anos pode ter? A fase adulta está batendo na porta mesmo que o amor, já tenha entrado, bagunçado tudo e ido embora. Demorei para arrumar a bagunça que eu havia me tornado com esse adeus,aliás,sempre fui meio preguiçosa com as coisas, e não seria diferente na recuperação de algo tão avassalador. Eu havia me jogado de cabeça, entreguei meus sentimentos embrulhados como presente e fiquei ali, observando o presenteado cuidar e descuidar desse presente tão precioso. Deixei que fizesse de tudo, até que enfim, peguei de volta o presente que há tempos era maltratado. Eu não merecia isso. Nem mesmo ele, por mais que tenha remoído essa perda de forma raivosa.

Tive meu luto, hoje, encontro minha paz. Numa manhã acordei, e meu primeiro pensamento do dia não era mais seu nome. Numa noite, não era mais a saudade que gritava para mandar mensagem. Numa tarde, não era mais sua mão que eu queria segurar para ver o por do sol. Num dia qualquer, eu percebi que aquele sentimento que me dominava havia sumido e dado lugar para uma paz,um silêncio tão quieto que demorei à perceber que seu nome na lista de procurados do meu celular não era mais o primeiro, agora, nem no top 10 estava mais.

Eu sentirei saudades sim de quem eu era quando estava com você. Do teu abraço em momentos difíceis. Da tua mão se encaixando tão perfeitamente na minha. Quem não iria sentia saudade do primeiro amor? Mas agora, esse sentimento se encontra guardado num lugarzinho que encontrei para alguém tão especial como você. Desejo,como sempre desejarei,o melhor para você. E se um dia for a nossa hora novamente, espero que tenhamos tempo para conhecermos essa nossa versão mais madura e realizar aqueles nossos sonhos que guardei junto as cartas,presentes,lembranças e nosso anel que fui incapaz de jogar fora.

Depois de tanto procurar uma calmaria, ela me encontrou, e posso dizer que finalmente — finalmente mesmo — já estou pronta para uma outra tempestade que tenha uma mão que se encaixe tão bem como a tua um dia se encaixou. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.