Textos e resenhas literárias

Resenha Literária: Inventei você? – Francesca Zappia

Sinopse: Alex está no último ano do ensino médio e trava uma batalha diária para diferenciar realidade de ilusão. Armada com uma atitude implacável, sua máquina fotográfica, uma Bola 8 Mágica e sua única aliada — a irmã mais nova —, ela declara guerra contra sua esquizofrenia, determinada a permanecer sã o suficiente para entrar na faculdade.
E Alex está bem otimista com suas chances, até se deparar com Miles. Será mesmo aquele garoto de olhos azuis com quem ela compartilhou um momento marcante no passado? Mas ele não tinha sido produto da sua imaginação?
Antes que possa perceber, Alex está fazendo amigos, indo a festas, se apaixonando e experimentando todos os ritos de passagem tipicamente adolescentes. O problema é que ela não está preparada para ser normal.
Engraçado, provocativo e emocionante, com sua protagonista nada confiável, Inventei você? vai fazer os leitores virarem as páginas alucinadamente, tentando decifrar o que é real e o que é invenção de Alex.

Literatura Estrangeira / Romance

343 páginas

Nota: 5/5

Alex é uma menina de 17 anos, como qualquer outra. Está no último ano do ensino médio, em uma nova escola, e enfrenta os grandes dilemas da adolescência. Até aí tudo bem, não fosse a grave doença se fazendo presente a cada dia de sua vida: Alex possui esquizofrenia. Por conta disso, ela não consegue saber ao certo quando uma situação, ou pessoa, é real ou apenas fruto de sua mente.

Alexandra foi expulsa de sua antiga escola particular e, por isso, dá início ao seu último ano na escola em um novo colégio público, a East Shoal. Seu único conhecido no local é Tucker, já que eles trabalham juntos no Finnegan´s, uma lanchonete da cidade, na qual Alex foi obrigada a trabalhar. Mesmo assim, os dois não frequentam todas as aulas juntos, por isso Alex precisa tentar se adaptar a esse novo local cheio de desconhecidos.

Alex quer mudar de vida, ser apenas uma adolescente comum, tentar controlar sua doença. Mas é tudo muito difícil quando ninguém lhe dá credibilidade ou acredita em suas histórias por conta de sua condição psiquiátrica. Além disso, a pressão para ser aceita em uma faculdade é cada vez maior, o que só piora sua adaptação na escola, cheia de jovens fechados em suas panelinhas e zoando seu cabelo cor de ketchup – que ela sempre odiou.

O que faz Alex sentir maior vontade de frequentar a escola é um possível reencontro com o passado: olhos azuis. O menino de quem Alex era amiga quando tinha apenas 10 anos de idade, se parece muito com Miles, um estudante da East Shoal. No entanto, nem sua mãe, nem seu pai ou qualquer outra pessoa além de Alex, viu olhos azuis e, por isso, Alex não sabe se ele, de fato, existiu. Mas ela sabe que, se olhos azuis era real, então ele poderia sim ser o aluno estranho de sua nova escola.

Minha opinião: Gosto muito de livros que abordam a temática das doenças psiquiátricas. Acho importante levar informação, mostrar o quão grave elas podem ser e que precisam de tratamento, já que, ainda hoje, há um grande tabu e preconceito acerca do assunto. “Inventei você?” aborda esse tema tão importante, mas de uma forma leve. Mostra que é possível conviver de maneira normal, mesmo enfrentando uma doença tão grave. Isso tudo, é claro, com a ajuda de profissionais.

A narrativa é em primeira pessoa, portanto, só sabemos o que Alex nos conta, o que Alex vê e sente. Não sabemos, assim como ela, o que é “real” e o que é fruto de sua imaginação e esse foi o fato que mais me prendeu ao livro, o mistério de todas as coisas vistas por Alex.

Além disso, há vários temas importantes presentes no livro, como, por exemplo, a violência familiar. Tudo isso trabalha a empatia, já que mostra todos os porquês existentes para as pessoas serem como são. Miles – o possível amigo de infância de Alex – é visto como um jovem sem sentimentos, inescrupuloso, frio. Mas ninguém sabe o que está por trás disso, seus motivos, seus sofrimentos e suas batalhas.

O livro mostra também que, mesmo sendo visto dessa maneira, amizades verdadeiras vão reconhecer sua essência e não se importar com boatos. Quando você pensa estar sozinho, se depara com amigos que realmente se importam.

“Inventei você?” é uma história criativa, cheia de novas ideias e passagens cotidianas. Você vai chorar, rir, se emocionar com todo o desenrolar da história, além de, é claro, ficar preso nos mistérios de Alex, não conseguindo parar de ler até terminar. Nota máxima para essa obra incrível!

Link para comprar o livro: SaraivaAmazon

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.