Textos e resenhas literárias

Reencontros

 

Quantas vezes ainda irão se reencontrar?

Não se sabe.

O que se pode dizer é que o que aconteceu entre eles nunca foi amizade. Todos os passos que deram até estarem juntos foram dados com o único objetivo de estarem juntos. E, depois da primeira vez, perderam-se no caminho. Às vezes insistiam em voltar. Às vezes caminhavam sem olhar para trás.

O fato é que o mundo dá voltas. E, nas inúmeras voltas que dá, coloca-os sempre por perto. Depois mais perto. Tem reencontro que permanece por meses. Outros por dias. Já se viu até mesmo aquele que permaneceu poucas horas. Algumas vezes o coração dos dois está ocupado, outras vezes vazio demais para se suportarem.

Ela mudou com o tempo, mas manteve o riso fácil que ele tanto gosta. Ele amadureceu e deixou a barba por fazer, porque ela pediu. Os anos passaram, os dois cresceram, viveram suas histórias e algo ficou: a lealdade que têm um com o outro de viver cada encontro como se fosse o primeiro e não permitir que as mudanças que vieram com o tempo leve aquilo que para eles é para sempre. Para sempre. Ainda que dure somente o tempo que tiver que durar.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.