Textos e resenhas literárias

Resenha literária: As coisas que fazemos por amor, Kristin Hannah

Tenho um carinho especial por historias que me emocionam. Pra mim, um livro pra ser bom não precisa de uma grande reviravolta, ou um final mirabolante e mega surpreendente! Ele precisa, simplesmente, tocar o meu coração! E é exatamente isso que a Kristin Hannah consegue com os livros dela. “As coisas que fazemos por amor” é um livro extremamente delicado e sensível! Uma história apaixonante.

Sinopse: “Kristin Hannah captura a felicidade e o sofrimento de uma família e prova mais uma vez por que é a estrela dos romances.” – Booklist

“Este livro maravilhoso é um exemplo clássico das histórias tocantes e provocativas que são a especialidade de Kristin Hannah. A ternura e as complexidades dos personagens mexem com o nosso coração.” – Romantic Times

Caçula de três irmãs, Angela DeSaria já tinha traçado sua vida desde pequena: escola, faculdade, casamento, maternidade. Porém, depois de anos tentando engravidar, o relacionamento com o marido não resistiu, soterrado pelo peso dos sonhos não realizados.

Após o divórcio, Angie volta a morar na sua cidade natal e retorna ao seio da família carinhosa e meio doida. Em West End, onde a vida vai e vem ao sabor das marés, ela conhece a garota que mudará a sua vida para sempre.

Lauren Ribido é uma adolescente estudiosa, bem-educada e trabalhadora. Apesar de morar em uma das áreas mais decadentes da cidade com a mãe alcoólatra e negligente, a menina sonha cursar uma boa faculdade e ter um futuro melhor.

Desde o primeiro momento, Angie enxerga em Lauren algo especial e, rapidamente, uma forte conexão se forma: uma mulher que deseja um filho, uma menina que anseia pelo amor materno. Porém, nada poderia preparar as duas para a repercussão do relacionamento delas. Numa reviravolta dramática, Angie e Lauren serão testadas de forma extrema e, juntas, embarcarão em uma jornada tocante em busca do verdadeiro significado de família.

“Às vezes é preciso perdoar as pessoas que amamos, mesmo quando nos sentimos furiosas. É assim que as coisas funcionam”

O livro tem vários elementos que eu amo. O primeiro deles é que começa com duas historias, distintas e a princípio paralelas, mas que tem uma ligação com a outra… Acho isso o máximo, e a Kristin faz isso de um jeito muito especial! As histórias, separadamente, já são boas o suficiente para um livro, quando se juntam o resultado é incrível! A ambientação dela também é sempre incrível, me sinto transportada para onde se passa a historia!

Outra coisa que amei nesse livro foram os personagens, femininos principalmente! Mulheres fortes, guerreiras e muito reais, impossível não se identificar com alguma delas em algum momento da história. Esse trabalho de criação de personagens tão bem feito torna a experiência de leitura ainda melhor, conecta o leitor com a história e desperta empatia, compaixão e tantos outros sentimentos… É a mágica da leitura, rs

“Às vezes, a vida não sai do jeito que a gente sonhou”

Ah, outro ponto que é legal destacar é que o livro é narrado em terceira pessoa, e de uns tempos pra cá tenho passado a gostar mais desse tipo de narrativa! Quando bem usada não causa tanto distanciamento ou “parcialidade”, achei que foi super bem estruturada e gostei do resultado!

A história, como já disse, é extremamente sensível, mas ao mesmo tempo é muito forte… Nos leva a refletir sobre o amor – nas suas mais diversas formas – e sobre como ele pode ser aquela luz no fim do túnel quando tudo parece perdido… Tudo é muito real, faz bastante sentido… Um livro cheio de sentimentos, cheio de dor… Delicadamente forte e dolorosamente lindo! Leitura mais que recomendada!

Ah, fiquei sabendo que o livro vai ser adaptado para o cinema! Já estou super curiosa para conferir!

 

Comments Closed

Comentários estão fechados.